por-lugares-incriveisTítulo Original: All The Bright Places

 Autora: Jennifer Niven

 Editora: Seguinte

 Edição/Ano: 1º Edição – 2016

 Páginas: 336

 ISBN: 978-856-57-6557-2

 Classificação: 5/5 ♡

 

Enquanto Violet Markey conta os dias para o fim das aulas, quando finalmente poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Theodore Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele sobe até o alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular.

E é por isso que é mais vantajoso fingir ser como todo mundo, mesmo sabendo desde sempre que somos diferentes.

Finch, além de ser o esquisito da escola, é obrigado a lidar com os valentões de lá, uma mãe abalada pelo recente divórcio, irmãs que mal se falam e um pai violento. Violet Markey era uma das garotas mais populares da escola, tinha uma vida perfeita, até que um acidente de carro fez com que todos os seus planos deixam de fazer sentido – por que seguir em frente quando se é a única sobrevivente?

dscn0989

Um ajuda o outro a sair da torre e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

Ainda estou aqui, e sou grato por isso, porque senão perderia este momento. Às vezes é bom estar desperto.

– Então não foi hoje – canto –, porque ela sorriu pra mim.

Havia muito tempo que eu não lia um livro com um tema tão delicado que me tocasse tanto quando este. O enredo é inesperado e as personagens te conquistam logo de cara – no meu caso, principalmente o Finch. Acho que, no fundo, a estranheza dele se parece um pouco com a minha e isso me atraiu, instigando-me a descobrir qual seria sua próxima aventura, seu próximo desafio. Jennifer Niven deu um show mostrando que as mulheres sabem sim escrever dando ênfase à um eu-lírico masculino. Nunca tinha visto um personagem que representasse tão bem uma pessoa com depressão como Finch faz.

dscn0990

Ela é oxigênio, carbono, hidrogênio, nitrogênio, cálcio e fósforo. Os mesmos elementos que estão dentro de todos nós, mas não consigo parar de pensar que ela é mais que isso e que tem outros elementos dos quais ninguém ouviu falar e que a tornam diferente de todas as outras pessoas.

Alerta spoiler

Mesmo entendendo o motivo pelo qual a autora elaborou o final previsível deste livro, acredito que ela poderia ter dado uma chance para Finch. Por que as pessoas com depressão sempre cometem suicídio? Por que o personagem que passa por isso não pode dar a volta por cima e, assim, dar um pouco de esperança para o leitor que passa pelo mesmo? Enfim, ainda não consegui superar essa escolha da autora.

Penso em compor uma canção, mas em vez disso ligo o computador e mando uma mensagem pra Violet. Você é todas as cores em uma, em pleno brilho.

Tudo nesse livro é ousado: os personagens, o enredo e a autora por escrever sobre um tema tabu, o suicídio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s