capa-livro-menina-maTítulo original: The Bad Seed

Autor: William March

Editora: DarkSide

Edição: 1ª Edição – 2016

Páginas: 272

ISBN: 978-85-66636-81-9

Classificação: 4/5

 

Nascemos todos inocentes e somos corrompidos pelo mundo à nossa volta? Ou será a maldade uma espécie de semente que carregamos dentro de nós, capaz de brotar mesmo na mais adorável das crianças?

dscn1305

Publicado originalmente em 1954, Menina Má se transformou quase imediatamente em um estrondoso sucesso em sua época. Polêmico, violento, assustador eram alguns adjetivos comuns para descrever o último e mais conhecido romance de William March. Os críticos britânicos consideraram o livro “apavorantemente bom”. Recentemente, a DarkSide Books trouxe para as livrarias brasileiras esse clássico moderno do terror norte-americano que, já adianto, ainda é capaz de intrigar cada pessoa que esteja disposta a lê-lo.

Rhoda nunca foi desobediente, preguiçosa ou petulante, como algumas crianças são. Ela tem tantas qualidades. Só tem esse probleminha; essa peculiaridade de caráter.

Rhoda Penmark é uma linda garotinha de 8 anos de idade, com trancinhas no cabelo e um sorriso que forma uma covinha rasa em seu delicado e angelical rosto. Mas quem vê sua carinha de anjo não suspeita do que ela é capaz. Seria ela a responsável pela morte de um coleguinha da escola? A indiferença da menina faz com que sua mãe, Christine, comece a investigar sobre crimes notáveis e psicopatas. Aos poucos, Christine consegue desvendar segredos terríveis sobre sua filha, e sobre o seu próprio passado também.

dscn1303

Com essa capa maravilhosa e inovadora (já que não apresenta o título na frente, apenas na lombada), o livro chama a atenção de qualquer um com suas cores fortes e vibrantes. Suas páginas são levemente ásperas, o que não interfere em nada no ato de ler ou no acabamento, mas faz uma diferença um tanto sutil na leitura, no momento de virar a página, que fica bem mais fácil por conta do leve atrito – não parece, mas facilita bem simples ação que fazemos o tempo todo. Menina Má vem também com uma fita, para marcar as páginas – medida que deveria ser adotada por todas as editoras, na minha humilde opinião, uma vez que, vamos combinar, é perfeito! Você já sai da livraria pronta para ler e tem um marca páginas sempre ali, pendurado no próprio livro! Genial.

dscn1306

Demorei um pouco para embalar na leitura, o começo me pareceu monótono, porém a morte de um garoto da mesma sala de Rhoda era o que faltava para “animar” um pouco a vida tão perfeita de Christine e Rhoda – o que eu tanto ansiava, afinal de contas! Depois desse evento, o livro se torna viciante.

(…) sem ver solução para as circunstância que a atormentavam, lhe parecia que o dia 7 de junho, dia do piquenique da Escola Primária Fern, fora o dia em que sentiu felicidade pela última vez, pois, desde então, nunca mais soubera o que era alegria ou paz.

Vale a pena observar também como March retratou a sociedade da época. Há momentos em que o autor faz boas reflexões sobre o machismo de seu tempo (que, infelizmente ainda podemos observar hoje), o papel da mulher como responsável pela ordem e bem-estar da família e como a psicologia era um assunto em alta, por exemplo.

Se me perguntassem, eu diria que a era em que vivemos é a era da violência. Me parece que todo mundo tem violência na cabeça hoje em dia. E acho que vamos simplesmente continuar por esse caminho até não ter nada mais que estragar.

dscn1304

Menina Má é um romance que influenciou não só a literatura como o cinema e a cultura pop. A crueldade escondida na inocência da pequena Rhoda Penmark serviu de inspiração para personagens clássicos do terror, como Annabelle e o serial killer Dexter. Rhoda mexe não apenas com a sanidade de sua mãe, mas com a do leitor também – como uma criança pode ser tão cruel?

(…)Ela franziu a testa, já enxergando na imaginação as manchetes que inevitavelmente anunciariam as matérias: “Neta de Richard Bravo mata dois”, ou: “A menina assassina”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s